“Emoções e alimentação -qual a relação”?

Nosso primeiro contato com alimentos se dá pela amamentação, que nos proporciona além da saciedade da fome, o aconchego, o carinho, o afeto e o prazer.
Por essa introdução já podemos considerar que fazemos uma associação de boas emoções e experiências com a alimentação, e que a partir desse início, construímos novas experiências em festas de aniversários, almoços na casa da família e posteriormente, happy hour e eventos de COMERmorações.
No entanto, além da busca de prazer na alimentação, também pode haver a busca pelo alívio do desprazer, quando por exemplo, comemos doces em situações de tristeza e decepção.

Então, como administrar essa relação entre emoções e alimentos, mantendo a saúde física e psicológica?
Algumas dicas:
– Reconhecendo as emoções antes das refeições;
– tentando administrar as emoções antes de comer;
– procurando auxílio de nutricionista para conhecer melhor os alimentos e suas propriedades
– procurando um psicólogo, para se conhecer melhor e aprender técnicas e estratégias para melhorar essa relação e ter mais qualidade de vida!

Lilian Giacon
Psicóloga – CRP 06/94909

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *